top of page
  • Foto do escritorPrefeitura de Assis Brasil

Prefeitura de Assis Brasil e instituições parcerias, fazem o possível para aliviar o sofrimento das famílias atingidas pela enchente do Rio Acre



Na quarta-feira, 22 de fevereiro, mais de 70 famílias em Assis Brasil, Acre, tiveram que deixar suas casas devido à cheia do Rio Acre. O nível do rio se aproximou da cota de transbordamento de 12,50 metros. As primeiras famílias afetadas foram aquelas que vivem na zona rural da cidade.


O prefeito de Assis Brasil, Jerry Correia, relatou que as chuvas intensas causaram o aumento rápido do nível do rio, resultando na necessidade de resgate e realocação dessas famílias. Cerca de 70 famílias estão atualmente abrigadas em locais improvisados, como o ginásio municipal e uma escola municipal. Alimentação e assistência médica estão sendo oferecidas para aqueles que estão nos abrigos.


O número pode aumentar se as chuvas continuarem na cabeceira do Rio Acre. O Centro de Operações de Emergência da região de Madre de Dios, no Peru, também emitiu um alerta de inundação para os moradores das cidades de Iñapari e Assis Brasil.


O nível do rio já se aproxima da cota de transbordamento para a área, que é de 12,50 metros. A situação também deve se complicar nos municípios de Brasiléia e Epitaciolândia, para onde o rio corre após passar por Assis Brasil. As autoridades estão monitorando de perto a situação e levando informações à Defesa Civil estadual.


A preocupação persiste devido às chuvas contínuas. "Esperamos que as medidas tomadas pela Prefeitura e demais autoridades e instituições envolvidas possam aliviar o sofrimento dessas famílias durante esse período difícil.", disse o prefeito.



0 comentário

Commentaires


bottom of page